terça-feira, 26 de abril de 2011

Chico LUCIANO LIMA Becker

essa aí passou!
essa aí passou!
essa aí passou!
heheh
Falar em trânsito... passa boi, passa boiada.

Tem que ver que tem mulher que é de parar a avenida; quem mora na aldeota sabe, e é por isso mesmo que lá é tão engarrafado...

Não nos venham pobres intelectuais dizer que a Aldeota é o centro expandido, não, não é mesmo; no centro se vc for dar chance pra cumade passar ela vem à janela do seu carro dizendo: Dez o Boquete, 20 o pógrama, 30 completo, 40 com quarto, 50 sem camisinha e por aí vai até onde sua imaginação conseguir chegar...

Essas previsões e pré-definições dos arquitetos urbanistas só acompanham as transformações no espaço e muitas vezes esquecem o lado sociológico da coisa.

No Centro, a noite, as vitrines são os vidros fechados dos automóveis. Você passa e é visto, só falta saber o seu preço... o contrário do que ocorre na aldeota.

Na aldeota, veja só: se vc interpela uma puta no meio da rua, ela só falta se passar por donzela, rsrs... -O quê? Você deve estar me confundindo. Não estou te entendendo... se você continuar a me perguntar em público quanto é o programa eu te processo!

E o cara diz: -Passa, fia... (querendo na verdade que ela ficasse [só mais um pouquinho] com você).

Um comentário:

  1. Pedi uma opinião do blog pra esse cidadão. Ele me sai com uma visão sócio-urbana da cidade nos comentários do PASSA 1, sobre Trânsito. Taí, ganhava um zero em Redação no Vestibular (fuga do tema); aqui ele inaugura a coluna. O que eu podia esperar do Chico Becker? Graaaande abraço Chico!

    ResponderExcluir