domingo, 17 de abril de 2011

E SE UM DIA EU FOR ESCREVER UM BLOG...

Pra quem gostava de X-Files
           Após de um episódio de Fringe que não podia me arriscar a perder mesmo tendo de acordar 04:30 da manhã pra ir pro Aeroporto viajar pra ver uma obra em Caruaru, fui deitar pouco depois das 23hs.
Redefini o alarme do celular em 15 min., como se fosse fazer toda a diferença no sono exíguo, só pra ver o celular acusar: TEMPO ATÉ O ALARME: 4 HORAS E 17 MINUTOS!
– AARRGHH!
Decidi que desta vez não leria nada e nem faria uma direta de palavras cruzadas. Mijadinha pra não me acordar com a bexiga espocando pelo pito no meio da madrugada; escovo os dentes (xixi-dentinho! - como a gente sempre fala pra Marina) e me acomodei lentamente na cama pra não acordar a Letícia, mesmo sabendo que eu podia dar um beijinho, contar o resumo do episódio que eu tinha acabado de ver, ela se levantaria e iria ao banheiro também, depois deitaria e reclamaria no dia seguinte que eu não tinha dado o beijo de boa noite, que nem tinha me visto ir dormir!
Limpei a mente... pfuu! Não consegui parar de pensar num milhão de coisas diferentes: nas desventuras da minha infância e da vida adulta, no trânsito da cidade, críticas de cinema, crítica literárias, dos hotéis em que me hospedo quando eu viajo, blá-blá-blá!
Carneirinho que é bom, nada.
Só me resta escrever logo, em qualquer lugar e, se um dia eu for escrever um blog, já tenho algum material. Quem sabe um livro? Quem sabe uma cadeira na ABL? Um Nobel? Sonhos... ZZZZZZZZ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário